terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Um momento indescritível

Imagine quando você sente verdadeiramente que viveu em um sonho!
Um acontecimento ímpar, maravilhoso.

Consegue projetar uma imagem assim?

Isto aconteceu comigo uma vez na vida, por alguns segundos. Recebi um abraço, com muita amizade! Foi algo sublime e puro. Mesmo com a rapidez de um raio foi marcante e significativo. A presença rápida, o olhar, a fragrância, como se fossem transportados em um repentino feixe de luz, que transportava múltiplas cores de afeto. E deixou aquela impressão de que aquilo teria acontecido de forma real!

Um incrível turbilhão de pensamentos aflorou rapidamente. Tudo sem ter nexo com a vida real, mas dentro daquele contexto mágico de amizade pura, de ternura! Uma fração de segundo que fez desencadear várias boas sensações, todos indescritíveis. Senti estas impressões como se ainda fosse muito jovem. Fazendo minha imaginação voar intensamente por caminhos que outrora conhecia. Intensa pureza, difícil mesmo de descrever. E um sentimento de paz veio em seguida.

Nada foi planejado e tudo mais pareceu um encontro angelical. Mas do mesmo modo que aquele paraíso momentâneo chegou os segundos depois, os minutos e as horas passaram. E o tempo foi dissipando aquela imagem linda e radiante que chegou muito próximo de meu rosto. A realidade e a sensatez nos fazem interpretar tudo como um sonho espetacular, mas a vida real nos leva a pisar firme e ficar apenas com as lembranças daqueles poucos instantes, embora que eternizados em minha memória. O que poderia em um breve sonho ser uma realidade inteira logo deixou apenas sua marca.

O tempo pode acionar mecanismos diversos nas relações. Inclusive trazendo uma distância relativa entre você e quem você está perto fisicamente. E ao mesmo tempo aproximar espíritos através de uma amizade sólida, mas que em alguns momentos trazem sentimentos incríveis, muito bons, mas que podem ocasionar pequenos conflitos mentais tão logo despertamos para a realidade. Mas isto aconteceu, eu tive este sonho e ele me proporcionou vários sentimentos em um só. Como explicar pela escrita?

Impossível.

"O afeto conduz a alma assim como os pés conduzem o corpo" (frase muito interessante, encontrada na internet).

Nenhum comentário:

Postar um comentário